top of page

Denúncia de crime! Presidente da ALEGO e deputados são denunciados ao MP

Atualizado: 14 de jun. de 2023




Na data de 01 de junho das 2023 às 15 horas, através do processo de atendimento nº 202300229369 no Ministério Público do Estado de Goiás, a CESB – Confederação do Elo Social Brasil –, representada no ato por seu diretor presidente, Jomateleno dos Santos Teixeira, denunciou o presidente da ALEGO – Assembleia Legislativa de Goiás –, o Deputado Bruno Peixoto, como autor, e os demais deputados como coautores de crime de improbidade administrativa, praticado contra toda a população do estado de Goiás.


Os parlamentares foram eleitos para, de forma constitucional, representarem o povo, e qual não foi a surpresa, transformaram a ALEGO em um “prédio fantasma”, um prédio “Fake”, visto que os deputados mantêm em sua página telefones que não funcionam para visivelmente não serem incomodados e também mantém e-mails que não funcionam, com o mesmo propósito.


A maior parte dos deputados trabalham com e-mails particulares não oficiais, tipo Gmail, Hotmail e outros, que não são de conhecimento de seus eleitores, e sendo assim, todos que entram no portal de internet da ALEGO não conseguem atendimento telefônico nem retorno nos e-mails enviados, já que em sua maior parte estão desativados.


Em 27/02/2023, a CESB, através do Ofício Notificação nº 060/2023 – GP-CESB, notificou o presidente da ALEGO e deu ciência a todos os deputados dos fatos aqui noticiados, ocasião em que a posse era recente e foi dito que tomariam as devidas providências.


Ocorre que já estamos no mês de junho e nenhuma providência foi tomada, não restando outra alternativa para a instituição senão valer-se das vias criminais para apuração dos fatos, afinal, os deputados estão fazendo vítima toda a população do estado de Goiás, que não tem outra forma de fazer contato com os mesmos, senão de forma presencial.


A denúncia será apurada e distribuída a um dos promotores de patrimônio que se encarregará de tomar todas as providências cabíveis.



154 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page