‘Guerra’ ao Canadá por causa de lixo e Cemitério de eletrônicos na África.



A vários anos os países desenvolvidos vem enviando a países em desenvolvimento ou países pobres, na tentativa de se eximir do ônus da reciclagem dos resíduos sólidos. A guerra ( ate então diplomática) se deve a mais de 2 .000 toneladas de lixo enviados a filipinas pelo Canadá. O presidente filipino exige que o país norte americano recolha todos os resíduos sólidos enviados a vários anos pelo Canadá.




A exemplo de Filipinas, Gana país africano com 28,83 milhões de habitantes, recebe todos os anos centena de milhares de toneladas de lixo eletrônico. O país africano possui o maior “cemitério de eletrônicos” do mundo, onde os catadores recolhem todos os tipos de eletrônicos ( computadores, telefones, pilhas, baterias e etc...), juntam em pilhas e ateiam fogo em busca de metais com valor de mercado elevado (ouro, cobre e platina)

Com a queima destes materiais para obtenção dos metais, o lugar se tornou um dos locais mais poluídos e tóxicos do mundo. Em um país que ¼ da população vive abaixo da linha da pobreza, esta atividade embora extremamente perigosa, é uma oportunidade para aqueles que vivem em situação de pobreza.


Diante disso, o ELO SOCIAL ÁFRICA e o SISTEMA INER DE RESÍDUOS SÓLIDOS vai atuar no continente africano, em 54 países afim de dar destino correto aos resíduos dos países do continente africano e levando responsabilidade social e cidadania para a população para que em um futuro próximo, os catadores que queimam, poluem e se intoxicam, possam trabalhar com salários dignos e sem riscos a si mesmo e ao meio ambiente.


FONTES:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160109_lixao_eletronicos_ab

https://www.tsf.pt/internacional/interior/filipinas-vai-declarar-guerra-ao-canada-por-causa-da-reciclagem-10828148.html

60 visualizações

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"